h1

O fracasso da Liga das Nações, algumas razões

outubro 10, 2008

por Douglas Armendone

No fim da I Guerra Mundial, o Tratado de Versalhes (1919) foi assinado pelas potencias européias e encerrou oficialmente a guerra; foi criada a Liga das Nações (1919) com os EUA desejando administrar o mundo, a Liga pretendia arbitrar disputas internacionais e por intermédio disso evitar futuras guerras. Devido ao posicionamento dos países sobre o que deveria ser a Liga e como ela deveria agir, ela acabou falida em 1946 apesar de lutar para impor sua autoridade como instituição internacional importante.

Embora a Liga se mostrasse, assim, como uma organização capaz de resolver litígios entre potências menos importantes e de promover um grande leque de atividades humanitárias e econômicas, ela não era capaz de lidar com atos agressivos de seus membros mais importantes. E, lembrar de seus sucessos iniciais – prevenção dos conflitos nos Bálcãs, ajuda à reconstrução da economia austríaca, fundamentos de uma verdadeira política de desarmamento…-, seria esquecer a impotência da Liga das Nações por ocasião da agressão japonesa à China (Manchúria), em 1931; durante a invasão e anexação da Abissínia (Etiópia) por Mussolini (Itália) em 1935; sem mencionar o rompimento da Alemanha com o início do governo nazista (Hitler – 1933); e o fracasso em matéria de desarmamento.

Em 1939, com a declaração de guerra, a Liga decidiu interromper suas sessões até a paz. Depois de 1939, a Liga das Nações esvaziou-se e restringiu-se a atividades técnicas como a proteção de refugiados e os estudos sobre a futura reconstrução.

Os líderes não ignoraram que muitas vezes os faltou coragem moral, que muitas vezes hesitaram quando era preciso agir, que às vezes agiram quando era preciso e seria mais sensato hesitar. E, alguns dizem que os governos não souberam colocar-se acima de seus interesses particulares.

Esvaziada no fim da II WW, a Liga é substituída pela ONU, que logo seria vista manifestando a mesma impotência em relação a questões de desarmamento.

xxx

17 comentários

  1. achei muito interresante mas nnão tinha o que eu keria


  2. Exacerbação do nacionalismo
    O período que antecedeu a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) foi marcado por uma exacerbação do nacionalismo. As potências, de modo geral, cultivavam um discurso e uma mentalidade baseados em suas glórias militares, no poder bélico e na supremacia nacional. Ao mesmo tempo, ocorre uma expansão da indústria bélica e um desenvolvimento tecnológico que aumenta a eficácia das máquinas de guerra.

    A essa conjuntura acrescentou-se uma série de disputas em regiões fronteiriças, com populações formadas por mais de uma nacionalidade, como na Alsácia e na Lorena (entre a Alemanha e a França), na Trentina e proximidades de Trieste (Itália e Império Austríaco), e na península Balcânica (disputada pela Rússia e pela Áustria).


  3. eu axei mt interessante e legal, mt boomm…
    + no final da conta nao tinhaa nadaaa q eu queria…e eu prescisava mt + mt das razoes do fracasso da liga das naçoes….


  4. achei uma tonguisse, uma bobeira,nada do que eu queria, poderiam fazer algo melhor para nos ajudar


  5. Frederico, o texto acima tem apenas valor informativo e reflete, assim como todo o material publicado por meio deste blog, o que julgo relevante sobre determinada matéria.

    Ainda assim, agradeceria se pudesse indicar exatamente a maneira pela qual seria possível lhe ajudar.


  6. nao gostei por que nã tinha o que eu queria


  7. naum tinha o q eu queria


  8. gostei, ajudou muito,e ainda mais esses textos tende a serem feitos de acordo com o informativo da matéria


  9. Fiz um pequeno reparo,e ví que poderiam enriquecer mais sobre as falhas da sociedade das nações, ví também que saltou-se muito rápido para segunda guerra mundial, que não é o distaque do blogger. OBRIGADO


  10. muito bom adorei me ajudou muito no meu trabalho


  11. bom…


  12. gostei muito


  13. muita coisa repitidas, mais o excencial nao tem. Deveriam ser mais claros.


  14. E boa


  15. Parece que agora os pilares da ONU estão sendo lentamente minados e, no fim, acabaremos em guerra como no passado, visto que os líderes atuais igualmente não passam por cima dos seus interesses. Quando a URSS invadiu o Afeganistão em 1979 onde estava a ONU? Onde estava a ONU na guerra da Coreia, e depois na guerra do Vietnã, e na Palestina, no problema curdo, na guerra Irã-Iraque?. Rússia e EUA ainda são os donos do mundo, e a ONU paulatinamente está infelizmente se tornando a Liga das Nações. MARANATA!


  16. MUITO OBRIGADO POR TUDO ,


  17. nao esta bem explicito



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: